Skip to main content

CNJ decide: Estudantes de Direito podem atuar como conciliadores judiciais

Estudantes de ensino superior podem atuar como conciliadores judiciais, desde que sejam capacitados conforme determina a Resolução n. 125 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ou supervisionados por professores capacitados como instrutores. Os conselheiros do CNJ entenderam que a exigência do curso superior se aplica somente aos instrutores e mediadores judiciais. Leia Mais

Correspondente Jurídico

5 motivos para trabalhar como Correspondente Jurídico

A importância do Correspondente Jurídico

O Correspondente Jurídico é um profissional de extrema importância no ecossistema do Direito, pois o mesmo atende as necessidades de seu contrante (profissional ou escritório de advocacia) em diferentes comarcas por agilizar o andamento de Processos Jurídicos, minimizando erros e facilitando o cumprimento de prazos, gerando assim uma economia muito significativa de tempo e dinheiro. Leia Mais