Skip to main content

O Poder do Hábito – uma mudança em nossa rotina pode fazer a diferença

Por que você amarra primeiro o cadarço do tênis direito e não o esquerdo? Por que você escova os dentes logo depois que acorda (ou não)? Por que é tão dificil ir para academia enquanto seu amigo não perde um treino? Porque os HÁBITOS dominam o nosso tempo e são fatores importantes para pessoas e empresas de sucesso. Uma simples mudança em nossa rotina pode fazer toda a diferença.

Charles Duhigg, autor do livro “O Poder do Hábito”, fez inúmeras entrevistas, coletou muita informação e chegou numa conclusão: a chave para se exercitar regularmente, perder peso, educar bem os filhos, se tornar uma pessoa mais produtiva, criar empresas revolucionárias e ter sucesso é entender como os hábitos funcionam.

O LOOP DO HÁBITO

loop hábito

Os hábitos surgem porque o cérebro procura maneiras de poupar esforço. Nosso cérebro tentará transformar quase qualquer rotina num hábito, pois os hábitos permitem que nossas mentes desacelerem com mais frequência, tornando-o mais eficiente, pois ele deixa de pensar em coisas básicas (como escolher o que comer e amarar o cadarço) ao passo que podemos dedicar energia mental para criar coisas.

Mas preservar o esforço mental é uma questão complicada, pois se nossos cérebros desligam no momento errado, talvez deixemos de notar um carro em alta velocidade enquanto saímos para a rua. Por isso nossos gânglios basais determinam quando permitir que hábitos assumam nosso comando, o que o autor denominou de Loop do Hábito. Funciona em três passos/estágios:

1 – Deixa:
Estímulo que manda seu cérebro entrar em modo automático e indica qual hábito ele deve usar.

Exemplo: sua empresa anunciou que vai abrir um escritório em outro país. Você percebe aí uma grande oportunidade para crescer na carreira e conclui que precisará aprender uma nova língua ou aprimorar sua comunicação. Você acaba de identificar a Deixa (ou gatilho), mas ainda não é suficiente para desenvolver um hábito.

2 – Rotina:
Pode ser física, mental ou emocional.

Exemplo: Você então começa a estudar uma hora por dia, sempre no horário do almoço. Faz isso por uma, duas, três semanas, mas ainda acha dificil e não vê grandes resultados. Você então reúne forças para não desistir e continua estudando.

3 – Recompensa:
Ajuda seu cérebro a saber se vale a pena memorizar este loop específico para o futuro.

Exemplo: A partir da quarta semana estudando uma nova língua todos os dias no mesmo horário você começa a ver resultados com o domínio do novo idioma, talvez por assistir um episódio do seu seriado favorito sem legenda, entender o que diz aquela música que você tanto gosta ou conversar pela primeira vez em outro idioma.

Ao longo do tempo, o Loop do Hábito se torna cada vez mais automático. A deixa e a recompensa vão se entrelaçando até que surja um poderoso senso de antecipação e desejo. Por fim um hábito nasce.

João Francisco, do Canal Impact Player, fala mais sobre o assunto no vídeo abaixo:

Fonte: O Poder do Hábito, de Charles Duhigg, publicado pela Editora Objetiva

banner_cadastro_post_blog

Diligeiro

A forma mais rápida, prática e segura de encontrar correspondentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *